Evangelho do dia › 26/10/2017

5ª-feira da 29ª Semana do Tempo Comum

1ª Leitura – Rm 6,19-23

Agora libertados do pecado, sois como escravos de Deus. 

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos 6,19-23

Irmãos: 
19 Uso uma linguagem humana, 
por causa da vossa limitação. 
Outrora, oferecestes vossos membros como escravos 
para servirem à impureza 
e à sempre crescente desordem moral. 
Pois bem, agora, colocai vossos membros 
ao serviço da justiça, em vista da vossa santificação. 
20 Quando éreis escravos do pecado, 
estáveis livres em relação à justiça. 
21 Que fruto colhíeis, então, 
de ações das quais hoje vos envergonhais? 
Pois o fim daquelas açðes era a morte. 
22 Agora, porém, libertados do pecado, 
e como escravos de Deus, 
frutificais para a santidade até a vida eterna, 
que é a meta final. 
23 Com efeito, a paga do pecado é a morte, 
mas o dom de Deus é a vida eterna 
em Jesus Cristo, nosso Senhor. 
Palavra do Senhor.

Salmo – Sl 1,1-2. 3. 4.6 (R. Sl 39,5a)

R. É feliz quem a Deus se confia! 

1 Feliz é todo aquele que não anda * 
conforme os conselhos dos perversos; 
que não entra no caminho dos malvados, * 
nem junto aos zombadores vai sentar-se; 
2 mas encontra seu prazer na lei de Deus * 
e a medita, dia e noite, sem cessar. R.

3 Eis que ele é semelhante a uma árvore * 
que à beira da torrente está plantada; 
ela sempre dá seus frutos a seu tempo, + 
e jamais as suas folhas vão murchar. * 
Eis que tudo o que ele faz vai prosperar, R.

4 mas bem outra é a sorte dos perversos. + 
Ao contrário, são iguais à palha seca * 
espalhada e dispersada pelo vento. 
6 Pois Deus vigia o caminho dos eleitos, * 
mas a estrada dos malvados leva à morte. R. 

Evangelho – Lc 12,49-53

Não vim trazer a paz mas a divisão.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 12,49-53

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:
49 Eu vim para lançar fogo sobre a terra,
e como gostaria que já estivesse aceso!
50 Devo receber um batismo,
e como estou ansioso até que isto se cumpra!
51 Vós pensais que eu vim trazer a paz sobre a terra?
Pelo contrário, eu vos digo, vim trazer divisão.
52 Pois, daqui em diante, numa família de cinco pessoas,
três ficarão divididas contra duas e duas contra três;
53 ficarão divididos:
o pai contra o filho e o filho contra o pai;
a mãe contra a filha e a filha contra a mãe;
a sogra contra a nora e a nora contra a sogra.’
Palavra da Salvação.

Reflexão – Lc 12, 49-53

A vinda de Jesus cria um divisor de águas na história dos homens. De um lado encontramos os que são dele e, de outro, os que são do mundo. A partir dessa divisão se estabelece o conflito, que é caracterizado principalmente pela diferença de valores, e exige de todos os que abraçam a fé a consciência de suas conseqüências, entre elas a de ser odiado pelo mundo. Como cristãos, devemos enfrentar o conflito com o mundo, mas não com as mesmas armas do mundo, uma vez que estas levam à morte, o grande valor do mundo. Devemos enfrentar o mundo com a fé, a espiritualidade, a entrega, a partilha, a doação, a fraternidade, o testemunho, o profetismo, que são valores do Reino e levam à vida.

Fonte: CNBB 

Comunidade Emanuel Brasil 2014 - 2017 © Todos os direitos reservados