Notícias › 19/09/2017

Consep aprofunda temas importantes para a Igreja no Brasil

Em sua 5ª reunião do ano, o Conselho Episcopal Pastoral (Consep) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) reúne pela primeira vez na sede provisória da entidade, na quadra 904, na Asar Norte de Brasília-DF, nos dias 19 e 20 de setembro, para aprofundar e deliberar sobre temas importantes para a vida da Igreja no Brasil.

Temas como a conjuntura social, econômica do Brasil, a Campanha da Fraternidade 2018, a preparação para o Dia do Pobre, definido pelo papa Francisco e um balanço do Grito dos Excluídos, evento organizado com a participação da Igreja Católica, serão aprofundados e deliberados pelos bispos que integram o Consep. O documento Orientações Pastorais para Rádio, TV e Redes Sociais, elaborado pela Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação Social da CNBB, também passará pelo crivo dos participantes do Conselho.

O Consep é uma das instâncias permanentes de trabalho da CNBB em vista a animação da ação evangelizadora da Igreja no Brasil. Se reúne, ordinariamente, cerca de seis vezes ao ano. Em geral, seus encontros se revezam, mensalmente, com as reuniões do Conselho Permanente da Conferência. Neste mês de setembro, a reunião está marcada para terça e quarta-feira, 18 e 19 de setembro. Será a primeira reunião do Conselho na sede provisória da CNBBMatriz que se localiza na Quadra 904, chamada de “Asa Norte” de Brasília-DF.

Os membros do Consep são os bispos que compõem a presidência além daqueles que desempenham funções de confiança do episcopado – todos foram eleitos – em setores específicos da evangelização: Ministérios ordenados e vida consagrada; Liturgia; Animação Bíblico-Catequética; Cultura e educação; Ação social transformadora; Ação missionária e cooperação intereclesial; Ecumenismo e diálogo inter-religioso; Vida e Família; Doutrina da Fé; Juventude; Laicato e comunicação.

Além dos bispos que exercem a presidência em cada uma das comissões que respondem por cada uma dessas áreas, a reunião do Consep ainda acolhe a participação da assessoria da comissão episcopal especial para a Amazônia, representantes dos chamados Organismos do Povo de Deus – que representam os diáconos, os leigos, os religiosos, os institutos seculares – e responsáveis executivos ou delegados dos organismos ligados à CNBB como a Cáritas e o Conselho Indigenista Missionário (CIMI). Participam do encontro as assessorias canônica e de política, além dos assessores das comissões episcopais e membros da Comissão Brasileira de Justiça e Paz (CBJP).

Por CNBB

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

Comunidade Emanuel Brasil 2014 - 2017 © Todos os direitos reservados