Notícias › 11/04/2017

Francisco: o católico deve oferecer aos demais o remédio do amor

O Papa Francisco encontrou no Vaticano com um grupo de crianças e jovens do Hospital Infantil “Bambino Gesù” de Roma, junto com seus pais e médicos, e afirmou que o católico deve dar aos outros um remédio importante: o amor.

“Cada um de vocês é uma história. Não só as crianças doentes, mas também os médicos, os enfermeiros, os que visitam, as famílias”, disse o Papa ao saudá-los.

“Entrar em um hospital sempre dá medo. Eu vejo que quando me aproximo de algumas crianças, não todas, mas as menores, me veem com a roupa branca, começam a chorar, acham que eu sou o médico que lhes dará uma vacina, choram e têm medo, mas depois eu faço carinho nelas e se tranquilizam”.

Francisco advertiu acerca do perigo e do risco de “esquecer o remédio mais importante que só uma família pode dar: o carinho!”. “É um remédio caro demais, porque tê-lo, para poder tê-lo você deve dar tudo, deve entregar todo o coração, todo o amor”.

Nesse sentido, “vocês têm o carinho dos médicos, dos doentes, do diretor, de todos”. Este hospital “cresceu muito ultimamente e se tornou uma família. É um lugar onde as crianças doentes encontram família”.

O “Bambino Gesù” é “um testemunho, um testemunho de humanidade. É um hospital católico e para ser católico é preciso antes de tudo ser humano, e hoje vocês dão um testemunho de humanidade”.

“Por favor, sigam em frente neste caminho, cresçam neste caminho”. “O que é o mais importante em uma família? A mãe, o pai, os irmãos mais velhos, os avós, os filhos… Cada um é importante, mas sempre juntos!”, concluiu.

Por ACI Digital

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

Comunidade Emanuel Brasil 2014 - 2017 © Todos os direitos reservados