Notícias › 29/01/2018

Papa Francisco explica a autoridade e o poder de Jesus

Antes da oração do Ângelus na manhã de hoje, na Praça de São Pedro, o Papa Francisco explicou em que se fundamenta a autoridade e o poder de Jesus que deixaram todas as pessoas admiradas.

O Santo Padre refletiu sobre a passagem evangélica do dia, na qual Jesus ensina na sinagoga de Cafarnaum e aqueles que o escutam ficam maravilhados da sua autoridade. “As pessoas ficaram admiradas pelas suas palavras, porque não eram palavras comuns, não parecia com as palavras que eles costumavam ouvir”.

“Os escribas, de fato, ensinaram sem ter uma autoridade própria. Eles se baseavam na tradição, no que Moisés e os profetas haviam dito anteriormente. Jesus, ao invés disso, ensina como alguém que tem autoridade, revelando-se como o Enviado de Deus, não como homem simples que precisa fundamentar o seu ensinamento nas tradições anteriores. Jesus ensinava com autoridade”.

Além disso, Jesus provou essa autoridade com uma demonstração do seu poder: “Jesus também se revela poderoso através das suas obras. Na sinagoga de Cafarnaum, havia um homem possuído por um espírito imundo que se manifestava gritando estas palavras: ‘O que tenho a ver com você, Jesus Nazareno? Você veio nos destruir? Eu sei que você é o santo de Deus!’”.

Através deste exorcismo “Jesus se apresenta como um poderoso profeta com palavras e ações”.

“Este espírito impuro, continuou o Papa, conhecia o poder de Jesus e inclusive proclama a sua santidade. Jesus grita: ‘Cala-te, saia dele!’. Estas poucas palavras de Jesus são suficientes para vencer a Satanás”..

O Pontífice continuou dizendo como “este acontecimento impressionou os presentes; todos ficaram com medo e perguntaram: ‘O que é isso? Manda nos espíritos impuros e o obedecem’. O poder de Jesus confirma a sua autoridade e os seus ensinamentos. Não pronuncia somente palavras, Ele age. Deste modo, se manifesta o plano de Deus se manifesta com palavras e com o poder das obras”.

No Evangelho, de fato, “vemos que Jesus em sua missão terrena, revela o amor de Deus tanto através da pregação, como por meio da atenção e da ajuda aos doentes, aos pecadores e às crianças”.

Esse trecho evangélico “nos mostra que Jesus é nosso mestre, potente nas palavras e obras. Jesus ilumina os caminhos de nossa existência; também nos comunica a força necessária para superar as dificuldades, as provações e as tentações”.

“Pensemos que grande graça é para nós ter conhecido este Deus tão bom e poderoso. Um mestre, um amigo que nos indica o caminho e que cuida de nós. Especialmente quando precisamos”, concluiu.

Por ACI Digital

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

Comunidade Emanuel Brasil 2014 - 2018 © Todos os direitos reservados