Uma vida de empobrecimento e de amor

1Consagrada no celibato da Comunidade Emanuel, vivi 4 anos em Salvador na Paróquia Nossa Senhora dos Alagados, sob os cuidados de um padre da Comunidade Emanuel.

Para mim este tempo de missão aprofundou as bases fundamentais de minha vocação e me permitiu redescobrir a verdade mais profunda sobre mim mesma.

Todos os dias, eu ia encontrar-me com os irmãos na Igreja para iniciarmos o dia com um tempo de louvor, seguido de uma hora de adoração antes ir para o trabalho que, no meu caso, era o de pedagoga junto a um Projeto social que acolhe 60 crianças pobres.

Eu sempre me considerei uma pessoa pobre, mas, com as crianças com quem trabalhei, descobri que era rica e demasiadamente apegada às coisas que passam. Elas me ajudaram a entrar nesta via de empobrecimento e com isso encontrei espaço interior para deixar o amor de Deus crescer em mim. Cada pessoa que existe no mundo é pessoalmente conhecida e amada por Ele, por isso Ele não é indiferente ao que vivemos, nossas alegrias e dores. Ele se alegra e sofre conosco. Compartilhar isso com o Senhor mudou minha maneira de ver o mundo e a mim mesma.

Hoje eu sei que a felicidade está no pequeno serviço e no pequeno dom que posso fazer a cada dia, buscando forças Naquele que tudo pode. Hoje eu sei que, em qualquer circunstância, o essencial é começar o dia dizendo: Jesus eu confio em ti.

Maria Martha Novaes dos Santos, Consagrada no celibato na Comunidade Emanuel, São Paulo

Você está em Dom e Serviço
→ Vida Consagrada

Comunidade Emanuel Brasil 2014 - 2017 © Todos os direitos reservados