Comunidade Emanuel do Brasil

A adaptação da ESM na quarentena

Atualmente com a quarentena, a rotina de evangelização porta a porta, missões em outras cidades da Bahia, missões de compaixão nos hospitais e formações da Emmanuel School of Mission – Salvador, BA (ESM) teve que ser adaptada a realidade atual. Apesar das dificuldades, isso não foi motivo para a interrupção da missão e adaptar os meios de evangelização através da internet que tem sido de grande contribuição para a continuidade da missão, mostrando que Deus vai dando os meios de levar a Sua palavra para outras pessoas. Confira o testemunho do Felipe Demian Arancibia, diretor da ESM Salvador:

“A Emmanuel School of Mission – Salvador, BA (ESM) vive cinco pilares: a vida de oração, a vida fraterna, a formação, a compaixão e a evangelização. Para nós, o importante é mantermos os pilares, porque é o nosso sustento. Mesmo confinados em casa, estamos vivendo os mesmos pilares.

A vida de oração, de fato tem incrementado e voltamos com maior força a oração de intercessão pelas saúde das pessoas, pelos médicos que trabalham, etc. Inserimos o terço da Misericórdia e mais trinta minutos de Adoração, não adoração pessoal, mas de intercessão. Inserimos um terço que está em link com a evangelização, porque fazemos pelo Instagram. A formação contínua através de aulas pela Internet e Skype. Estamos criando um projeto de evangelização pela Internet, fazendo pequenos vídeos, que serão publicados aos poucos pelo Instagram e outras ideias que estamos trabalhando.

A evangelização e a compaixão continuam. A compaixão através da oração pessoal dos alunos que continuam intercedendo pelos doentes e médicos. A evangelização agora pela internet. O anúncio de Cristo já não é mais porta a porta, não é nas paróquias, é pela internet.

A vida fraterna tem incrementado muito porque estamos todos os dias em casa, sendo muito mais intensa. Os alunos têm partilhado que nestas semanas, tem descoberto muitas coisas e avançado em outras. No início foi forte, mas estão gostando porque estão enfrentando a vida fraterna que é muito boa, muito bonita, mas também tem as suas dificuldades e eles estão caminhando nisso.

Estamos vivendo todos os pilares. Tínhamos uma proposta, uma programação, mas tudo pode ser uma oportunidade para o Espírito Santo agir, só que temos que deixar-nos incomodar. E na Escola de Missão não podemos ser missionários se sempre queremos fazer as coisas do nosso jeito, como tínhamos planejado, como tínhamos pensado. Temos que permanentemente deixar-nos incomodar pelo Espírito Santo e agora é uma oportunidade a mais para nos incomodar, para ir para frente, para sair das nossas certezas e para dizer: “Bom Senhor, a gente está aqui. É você que vai dirigir, é que vai pegar o comando do barco.”

Felipe Demian Arancibia – Diretor da ESM Salvador

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

Flickr