Comunidade Emanuel do Brasil

Pentecostes 2017 em Roma!

papa

O próximo Pentecostes, em 2017, acontecerá após 50 anos do nascimento da corrente de graças da Renovação Carismática na Igreja Católica. O papa se implicou pessoalmente na preparação desse aniversário, no qual ele deseja que haja um grande encontro ecumênico em Roma.

Qual é o sentido desse evento?

Em fevereiro de 1967, um grupo de estudantes católicos da Universidade do Santo Espírito em Duquesne, Estados Unidos, fizeram a experiência da efusão do Espírito Santo. Era o início do que passará a se chamar de Renovação Carismática Católica ou Renovação no Espírito.

Em 04 de junho de 2017, Festa de Pentecostes e nos dias que a precedem, o Papa Francisco deseja celebrar este aniversário em Roma, reunindo em torno dele cristãos de diferentes denominações, renovados no Espírito Santo. Esse passo sai do ordinário e se explica na vida mesma de nosso Papa Francisco.

Quando ele era ainda cardeal de Buenos Aires, o Papa Francisco, de fato, fez a experiência da efusão do Espírito Santo por ocasião de uma grande assembleia ecumênica. Ele pediu a oração para um grupo de responsáveis de diferentes Igrejas. Estavam presentes diferentes pastores evangélicos, e também o Padre Raniero Cantalamessa, ofm (pregador da casa pontifícia).

O papa atual é, potanto, o primeiro papa que, não somente viveu esta experiência da efusão no Espírito, mas que também, a recebeu em um contexto de comunhão com as Igrejas evangélicas.

Isso nos ajuda a compreender a iniciativa inédita do Papa Francisco para celebrar os 50 anos da Renovação Carismática Católica. Ele deseja fazer uma grande festa do Espírito Santo, mas também uma experiência de comunhão para toda a Igreja, e de forma particular com as Igrejas Pentecostais e Evangélicas. Ele se une às intuições dos primeiros católicos que viveram a efusão do Espírito Santo e que consideraram que a Renovação Carismática era uma graça providencial para viver em uma comunhão nova com aqueles que o Senhor tinha utilizado para tocar a Igreja Católica, em particular as Igrejas Pentecostais e Evangélicas.

O Papa Francisco não escondeu uma outra intuição que o habita, especialmente durante os três encontros que ele teve com os membros da Renovação Carismática depois de sua eleição. Para ele, a Renovação não é um movimento como os outros. Ela é «uma corrente de graça». Ele retoma, assim, a intuição do Cardeal Leon Joseph Suenens, o primeiro cardeal que foi encarregado de acompanhar a Renovação pelo Papa Paulo VI. Segundo o cardeal Suenens, a experiência da efusão do Espírito é para todos os batizados e se espera que ela possa se espalhar amplamente para renovar toda a Igreja, segundo a oração do Santo Papa João XXIII: «Renove tuas maravilhas em nosso tempo como um novo Pentecostes». É por isso que o Papa Francisco não hesita em dar aos membros da Renovação a tarefa de espalhar largamente essa graça em toda a Igreja. Não há dúvidas que o evento excepcional de Pentecostes de 2017 permitirá ao Papa Francisco retomar e aprofundar esta intuição: que todos os batizados possam se beneficiar dessa maravilhosa graça do Espírito Santo que é efusão para a renovação da Igreja inteira.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

Flickr