Comunidade Emanuel do Brasil

Tríduo Pascal na casa São José – Uma oportunidade para reviver o crucificado ressuscitado

Os membros da Casa São José da Comunidade Emanuel (Casa da Comunidade para discernimento e formação sacerdotal, localizada em Salvador, Bahia), viveram o Tríduo Pascal confinados em casa, mas não sozinhos.

Abertos às necessidades dos outros, o retiro pascal foi transmitido ao vivo pelo instagram da Casa São José, permitindo que outras pessoas, principalmente irmãos da Comunidade Emanuel presente na América Latina pudessem participar.

O carisma da Comunidade Emanuel abarca todos os estados de vida, leigos casados e solteiros, consagrados (as) e sacerdotes. Por isso, sempre que possível, nos preocupamos em olhar nossos projetos a partir da perspectiva de irmãos
dos mais diferentes estados de vida.

Pensando nisso, nesta matéria teremos acesso a partilha da jovem Natalia José Inostroza González (chile), do casal Oscar Bernal e Dimelza Gladys Silva Londono (colômbia), do pregador do Retiro Pe. Xavier Bizard e do seminarista Rumsik Zamora.

Oscar Bernal e sua esposa Dimelza Gladys Silva Londono acompanharam o retiro pascal pelo instagram, são membros da Comunidade Emanuel na Colômbia e partilham conosco:

Na foto podemos ver Oscar Bernal e Dimelza Gladys Silva Londono, com seus dois filhos na celebração do Sábado Santo.

“Para nós o retiro foi muito especial, pudemos vive-lo em casa, eu e Dimelza, e tivemos a
oportunidade de envolver as crianças em algumas celebrações e ser seus catequistas para que vivessem da melhor maneira o mistério do Tríduo.
Me chamou atenção de forma particular a riqueza da liturgia, descobrir que cada sinal, cada tempo, cada momento das celebrações têm um significado especial e consistente que nos ajudam a aprofundar o mistério da Salvação.”

Oscar Bernal

 

 

 

 

 

 

A chilena Natália, que mora em Cartagena, no Chile, partilha conosco como ela e seus irmãos de comunidade participaram do Tríduo Pascal juntamente com a Casa São José, uma experiência única e inesquecível:

“Me chamo Natália, tenho 25 anos, sou Chilena e moro em Cartagena na região do Valparaíso,
sou restauradora, mas trabalho como ourives (orfebre) fazendo joias. Sou membro comprometido da Comunidade Emanuel faz dois meses, mas a conheço há quatro anos. Eu vivi o Tríduo Pascal com a Casa São José da minha casa, arrumei o meu quarto como o padre Xavier
orientou, organizando assim o externo para interior poder receber a Nosso Senhor e viver esses dias com Ele.

Aqui organizamos grupos de partilha e louvor como todos os nossos irmãos de Chile, ao redor do retiro da Casa são José, desta forma todos os dias pudemos partilhar o que tínhamos vivido. Foi verdadeiramente muito bom, ter a meus irmãos que estão longe estarem tão perto, aqui no meu quarto, saber que eles também têm as mesmas dificuldades na oração no tempo de confinamento, mas que o Senhor fala mesmo assim e age com igual intensidade. Aqui na minha casa, minha família não é praticante mas respeita meu credo, e por isso eu consegui ter o espaço e
o tempo para entrar no retiro.

Vejo que o Senhor me deu muitas graças neste Tríduo, partindo por me ajudar a organizar verdadeiramente meu tempo de oração pessoal, tinha muita vontade disso há muito tempo, mas este retiro me ajudou a ver que: era preciso fazer imediatamente e não mais tarde. O espaço também foi muito importante, não tinha um lugar onde poder rezar, então me organizei um lugar para poder entrar na intimidade com o Senhor.

Jamais tinha feito um retiro em minha casa, mas Ele falou como se estivéssemos afastados de tudo, como se estivesse lá na Casa são José,
compartilhando com meus irmãos. Suas partilhas me ajudaram muito a ver outras coisas que não enxergava, ver como o Senhor fala a cada um e como eles respondem é maravilhoso, é motivador.

Também foi maravilhoso ver como o Senhor fala através da liturgia, cada detalhe, como ela tem se transformado através do tempo, mas guarda a mesma essência. Sinto que o Senhor me falou de forma muito intensa na quinta-feira, muito de seu amor extremo, desta radicalidade que eu também estou convidada a viver, pois Ele nos diz: “Dei-vos o exemplo para que, como eu vos fiz, assim façais também vós.” Jo 13, 15”.

Nessa foto podemos ver o altar da Natália confeccionado em sua casa.

Amar, amar, mas como? É muito exigente! Então Ele diz: “Em verdade, em verdade vos digo: quem recebe aquele que eu enviei recebe a
mim; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou”. Jo 13,20.  Ou seja, amar com seu amor, sendo um canal, um instrumento de seu amor… então me lembrei do meu apelo à santidade, que é muito exigente, mas Ele dá a graça, Ele me dará a graça de amar.

Na Sexta-feira Santa senti que Ele quer que o ame de volta. No Sábado, durante o Ofício das Trevas vi o grande mistério da esperança dos que
já estão mortos, que graça esperar com nossa mãe Maria o nosso encontro definitivo com o Senhor.

E finalmente, no Domingo de Páscoa, me lembrei que cada dia Ele atualiza o seu amor, cada dia é Páscoa, não tenho que ficar fora do sepulcro chorando, tenho que ir a anunciar a meus irmãos que Cristo Ressuscitou! Tenho que louvar a Ele, uma eterna ação de graças.

O Tríduo me deixou esse desejo de continuar tendo esses momentos de oração cada dia, seguir aprofundando o Mistério Pascal, a Missa e o louvor diário para cantar a suas maravilhas, e também me lembra que me deixou irmãos na fé que caminham comigo, que me seguram e me levam a Ele, em cada tempo de fraternidade mesmo agora que estamos longe fisicamente, mas perto espiritualmente”.

 

Foto do grupo de Partilha de Natália no Chile.

A Casa São José, atualmente conta com cinco seminaristas e três jovens no ano de discernimento que chamamos de “Ano São José”. Todos os padres da Comunidade Emanuel passam por esse ano, para aprofundar as graças comunitárias se a vocação pessoal de cada um é o sacerdócio na Comunidade Emanuel. Vamos agora ler a partilha de Rumsik Zambora da Nicarágua, que vive hoje em Salvador/BA:

Seminaristas da Comunidade Emanuel na Festa de Canonização de Irmã Dulce, na foto da esquerda para direta: Rumsik Zambora, Juan Victor Castillo e Jairo Areniz.

“Oi, eu sou Rumsik seminarista da Comunidade Emanuel, eu posso falar de três pontos nessa experiência do tríduo pascal. O primeiro é fazer
parte da equipe de organização para preparar a liturgia, para acompanhar todo o retiro a cada dia, de acompanhar e organizar todo o tríduo, eu
aprendi muito, foi muito proveitoso nessa área. O segundo momento é a parte espiritual, para mim, foi realmente acompanhar Jesus nessa
caminhada a cada dia, e receber, experimentar a graça de cada dia, foi muito importante! O terceiro é a vida, o carisma de viver a liturgia dentro da Comunidade Emanuel, para os cantos e na vida fraterna esse foi um caminho que nós também experimentamos a liturgia, o carisma e essas
duas coisas na vida fraterna, na organização fez que a graça de Deus descerá, fez que pudéssemos ter frutos também dessa experiência desse retiro, para mim foi uma experiência muito forte nesse ano foi a primeira vez que eu participo na equipe organizativa e desta graça da comunidade foi muito especial e eu estou muito feliz por essa experiência. Amém!”.

 

 

 

A proposta do retiro foi de viver a liturgia pascal, escondidos em Cristo segundo o carisma da Comunidade Emanuel para viver com Cristo, na Última Ceia, no Getsêmani, na sua Paixão, na Mansão dos Mortos e finalmente na sua Ressurreição.

O retiro começou na noite de quarta-feira, dia 08/04/2020, e contou com a possibilidade de vivência da Liturgia das Horas, em especial o Ofício das Trevas, do Louvor e da Adoração (as duas últimas vivências são importantes características da Comunidade Emanuel), um pequeno ensino sobre os sinais de cada dia: o Mistério do Lava-Pés, da Sexta-Feira Santa, do Sábado Santo e finalmente da Ressurreição. Sendo o mais importante de tudo, vivenciar cada uma das celebrações litúrgicas.

Pe. Xavier Bizard foi o pregador do retiro, e propôs de redescobrir a liturgia, obra do Espírito Santo através dos séculos da Igreja, onde cada Páscoa é uma oportunidade para e mergulhar no Mistério de Salvação.

 

Padre Xavier Bizard, ordenado sacerdote em 05 de julho de 1998. Responsável pela Casa São José da Comunidade Emanuel para América Latina em Salvador/BA.

 

“Pregar um retiro é viver o retiro, é participar do mistério de Deus. Neste em especial pude aprofundar que todos os sacramentos têm por fonte a Cruz de Cristo. Não celebrar sacramentos na Sexta-Feira da Paixão, quando se revive que Cristo desceu até a mansão dos mortos, Deus conheceu a morte. Celebrar o Tríduo em tempo de pandemia é oportunidade única para ser confinados em Cristo e com Cristo, meio concreto para aprofundar no mistério de Cristo.”

 

 

 

 

 

 

 

Equipe Comunicação da Comunidade Emanuel no Brasil,
Agradecemos a todos os irmãos que partilharam conosco e tornaram possível essa matéria. Tradução livre do espanhol ao português.

Oramos a Deus como os Apóstolos em Atos 4, 29: “Agora, pois, Senhor, considera suas ameaças e concede a seus servos que anunciem com toda a intrepidez tua palavra”.

 

 

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

Flickr

  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr
  • A photo on Flickr